Institut Pasteur assina MdE com a Universidade Hamad Bin Khalifa do Catar para colaboração em pesquisas de prevenção de doenças e da genômica

42
0
SHARE

PARIS, 30 de setembro de 2017 () — A Universidade Hamad Bin Khalifa (UHBK), filiada à Fundação do Catar para a Educação, Ciência e Desenvolvimento Comunitário, e o Institut Pasteur assinaram um Memorando de Entendimento (MdE) em Paris, na sexta-feira, anunciando uma nova parceria para trabalharem de perto no campo da pesquisa biomédica. As duas entidades de pesquisa intensiva irão colaborar nos campos de estudo acadêmico, pesquisa, ensino e compartilhamento de conhecimentos. O acordo foi assinado pela presidente do Conselho da Universidade Hamad Bin Khalifa e vice-presidente e CEO da Fundação do Catar, sua excelência xeica Hind bint Hamad Al Thani, e pelo presidente do Institut Pasteur, dr. Christian Bréchot, em uma cerimônia realizada na Salle des Actes do Institut Pasteur, em Paris, em 29 de setembro de 2017.


O embaixador do Catar na França, sua excelência dr. Khaled Al Mansouri, o presidente da UHBK, dr. Ahmad M. Hasnah, junto com altos executivos das duas instituições, compareceram à cerimônia.

Sua excelência xeica Hind declarou sobre a nova parceria: “A Universidade Hamad Bin Khalifa vem exercendo, de forma consistente e diligente, um papel proeminente na promoção e facilitação da inovação, pesquisa científica e excelência acadêmica no Catar, com a aspiração de um impacto global. Nós acreditamos firmemente que nosso compromisso de ser uma líder global em inovação e educação vem resultando em inúmeras realizações desde o princípio.

“Hoje, com essa nova parceria com o Institut Pasteur, nossos pesquisadores, professores, acadêmicos e estudantes ficarão mais encorajados a promover descobertas pioneiras nas áreas de saúde, ciências biomédicas e genômica”.

O compromisso da UHBK de ser uma universidade de pesquisa impelida pela inovação, enfrentando as dificuldades críticas do mundo, foi rapidamente reforçado durante os anos. Por ser a casa de centros de pesquisa como o Instituto de Pesquisa Biomédica do Catar (QBRI — Qatar Biomedical Research Institute) e a Faculdade de Saúde e Ciências da Vida, bem como por trabalhar com parceiros locais e internacionais, a universidade tem o objetivo de se tornar uma protagonista essencial nas áreas de saúde e pesquisa na região.

Com seu nome homenageando o notável Louis Pasteur, o Institut Pasteur traz com ele 130 anos de descobertas revolucionárias na prevenção e tratamento de doenças infecciosas. Com dez laureados com o Prêmio Nobel, as contribuições do Instituto para o campo da medicina e fisiologia são inumeráveis. Hoje, as 130 unidades de pesquisa em seu câmpus em Paris continuam a fazer contribuições de impacto global à pesquisa médica.

“Como uma universidade criada pela Fundação do Catar, a inovação está no núcleo dos valores da UHBK. Inspirada por isso e guiada pelo espírito de colaboração, a universidade desenvolveu um ecossistema dinâmico, contribuindo com o conhecimento e com a ciência, com impacto global”, acrescentou a xeica Hind.

“Uma das missões fundamentais do Institut Pasteur é utilizar sua expertise para dar suporte ao desenvolvimento de capacidades na pesquisa biomédica, através do treinamento e da educação. O Institut Pasteur esteve envolvido, há um ano, com o treinamento de profissionais médicos do Ministério da Saúde do Catar, ao organizar um curso intensivo de pesquisa de epidemias em Doha. A assinatura desse acordo com a UHBK amplia a estrutura da parceria para instituições de educação superior e pesquisa, lideradas pela Fundação do Catar. A partir daí, a parceria irá incluir, em acréscimo a doenças infecciosas, a pesquisa de muitas das doenças crônicas prevalecentes na região, como diabetes, câncer, doenças neurodegenerativas e genéticas, particularmente no contexto do bem-sucedido projeto genoma do Catar”, disse o presidente do Institut Pasteur, professor Christian Bréchot.

O embaixador do Catar na França, sua excelência dr. Khaled Al Mansouri, disse sobre o MdE: “O Catar se mantém firme em seu compromisso relativo aos objetivos de desenvolvimento humano no país, conforme exposto na Visão Nacional do Catar para 2030. O Catar objetiva aumentar sua cooperação e parceria com a França em diferentes campos. E parcerias tais como essa com o mundialmente conhecido Institut Pasteur e a UHBK são testemunhos do papel do Catar no fortalecimento de suas colaborações para promover o compartilhamento de conhecimentos e a cooperação. Estamos orgulhosos por nossa universidade doméstica ter feito essa parceria com o Institut, para trabalharem juntos nas dificuldades prementes que o mundo enfrenta no campo de prevenção de doenças e da genômica.

O embaixador da França no Estado do Catar, sua excelência Eric Chevallier, declarou: “O MdE assinado por sua excelência xeica Hind bint Hamad Al Thani, presidente do Conselho da Universidade Hamad Bin Khalifa, vice-presidente do Conselho e CEO da Fundação do Catar, e pelo professor Christian Bréchot, presidente do Instituto Pasteur de Paris, na presença do dr. Ahmad M. Hasnah, presidente da Universidade Hamad Bin Khalifa, filiada da Fundação do Catar, é uma realização do impulso dado por sua alteza xeica Mozah bint Nasser, fundadora e presidente do Conselho da Fundação do Catar, há apenas alguns meses. Essa parceria demonstra mais uma vez as fortes ligações entre a França e o Catar nos domínios da educação e da pesquisa. Estou convencido de que essa parceria vai enriquecer as duas entidades com experiências acadêmicas e pesquisas inovadoras, não apenas de doenças infecciosas, mas também em outros domínios, tais como genômica e genética. Estou orgulhoso dessa assinatura, porque era uma prioridade de meu mandato no Catar e porque todos nós, na Embaixada da França, trabalhamos arduamente para esse projeto”.

O MdE entre a UHBK e o Institut Pasteur vai resultar em uma colaboração estreita em pesquisa conjunta e colaboração acadêmica nas áreas de genômica e medicina de precisão. A parceria terá estudantes, pesquisadores e cientistas das duas entidades trabalhando juntos nos projetos de pesquisa já em 2018.

O acordo também prevê que professores e estudantes de doutorado das duas instituições tenham mais mobilidade entre os câmpus, para ensino e pesquisa. Além de estudos acadêmicos, eles deverão trabalhar ativamente no fortalecimento da infraestrutura de saúde no Catar e trabalhar para cumprir a Visão Nacional do Catar para 2030. A UHBK e o Institut Pasteur irão organizar e promover conferências, seminários, oficinas e treinamento para despertar a conscientização e inspirar as próximas gerações de cientistas no campo de genômica, da prevenção de doenças infecciosas e outras áreas de pesquisa.

Sobre a Universidade Hamad Bin Khalifa

A Universidade Hamad Bin Khalifa (UHBK), filiada à Fundação do Catar para a Educação, Ciência e Desenvolvimento Comunitário, é uma universidade de pesquisa emergente que está construindo sua fundação através de colaborações únicas com parceiros locais e internacionais. Localizada na Cidade da Educação, a UHBK tem programas de graduação e pós-graduação, através de sua Faculdade de Ciência e Engenharia, Faculdade de Direito e Política Pública, Faculdade de Saúde e de Ciências da Vida, Faculdade de Estudos Islâmicos e Faculdade de Humanidades e Ciências Sociais. Ela também proporciona oportunidades inigualáveis para pesquisa e bolsas de estudo, através de seus institutos de pesquisa, e seu Centro de Educação Executiva tem programas personalizados para a comunidade empresarial do Catar e da região, em linha com a Visão Nacional do Catar para 2030.

Sobre o Institut Pasteur
O Institut Pasteur, uma fundação privada com status beneficente reconhecido oficialmente, estabelecida por Louis Pasteur em 1887, é hoje um centro mundialmente reconhecido para a pesquisa biomédica, no coração de uma rede de 33 institutos no mundo. No cumprimento de sua missão de prevenir e lutar contra doenças na França e em todo o mundo, o Institut Pasteur opera em quatro áreas principais: pesquisa científica e médica, monitoramento da saúde e da saúde pública, ensino e desenvolvimento de negócios e transferência de tecnologia. Mais de 2.500 pessoas trabalham em seu câmpus de Paris. O Institut Pasteur é um líder reconhecido globalmente em doenças infecciosas, microbiologia e imunologia. Suas 130 unidades também focam suas pesquisas em certos tipos de câncer, doenças genéticas e neurodegenerativas, genômica e biologia desenvolvimental. A pesquisa objetiva expandir nosso conhecimento de organismos vivos em uma tentativa de estabelecer a fundação para novas estratégias de prevenção e de novos produtos terapêuticos. Desde sua criação, 10 cientistas do Institut Pasteur ganharam o Prêmio Nobel de Medicina, incluindo dois em 2008 pela descoberta em 1983 do vírus da imunodeficiência humana (HIV) que causa a AIDS.

www.pasteur.fr/en

FONTE Hamad Bin Khalifa University (HBKU)

SOURCE Hamad Bin Khalifa University (HBKU)

Related Links

http://www.pasteur.fr/en

Powered by WPeMatico